Siga-me.

17 de julho de 2006

No teatro, sem celular.

Fonte: Estadão

Os empresários Ivan Zurita e Sergio De Nadai, que foram à Alemanha para a Copa, contam um caso interessante. Foram a um teatro, em Berlim, para assistir ao espetáculo Blue Man Group. Ao entrarem seus celulares anunciaram que tinham perdido o sinal. Durante a apresentação, nenhuma voz pediu que a audiência se lembrasse de desligar os telefones. Na saída, a dez passos do teatro, os telefones voltaram a funcionar. Voltaram para saber se o teatro tinha barragem de sinal e descobriram que sim.

Ou seja, se os teatros alemães conseguem blindagem contra o sinal de celulares, imagina-se que os presídios brasileiros também possam ter o mesmo sistema.

Nenhum comentário: