Siga-me.

22 de agosto de 2006

Não PRECISO de você. Só te amo.

Onde andará meu chapéu?
Eu preciso dele prá me proteger da chuva.
Mas não está chovendo.
Prá que eu quero chapéu então?
Deixa ele perdido mesmo.
A mesma coisa digo com relação a você.
É, você mesmo, que acha que algo pode me fazer precisar de você, que não quando eu tiver algo por você que se chama AMOR, não NECESSIDADE.

Tenho dito.

Um comentário:

Pequenos Escritos disse...

Também preciso me proteger da chuva, se bem que tá dando vontade de sair nu pelas ruas e esquecer que o resto todo existe...