Siga-me.

3 de dezembro de 2006

Olho por olho, dente por dente?

..parece que quanto mais voce é escroto (com o perdão da palavra), mais lhe dão valor, né? Tenho achado chato constatar coisas assim..deve ser uma fase "ambígua" (como diria Marcone prá mim acerca de mim), que estou passando. Constatar que voce ser bonzinho demais, atencioso, carinhoso, dedicado, não lhe rende muito em pontos nas pedrinhas do céu, como achamos que rende, é meio fatalista demais, e porque não dizer, triste. Por exemplo, uma mulher carinhosa, fiel, dedicada ou um homem, da mesma forma, hoje em dia, é tachado de bobo, abestalhado, idiota, enquanto que uma mulher escrota ou homem cafajeste, são mais valorizados pelo outro. Espero sempre dar carinho, ser legal, e, claro, amar com total reciprocidade a quem me ama e por mim tem apreço. Mas, preciso aprender a desprezar mais. Esgoto até a ultima gota com algumas pessoas, prá ver se posso com estas, estabelecer um vínculo de carinho e afeto mais duradouro, mas, vai minando, quando não há mesmo reciprocidade. Será que sou exigente demais, por ser meio bicho-do-mato, quando o assunto é relacionamento ou amizade verdadeira? Observo, que, algumas parecem que preferem mesmo um certo desprezo, uma certa hostilidade da sua parte, como se voce precisasse estar ali, mendigando um pitadinha de carinho e dengo. Que bom que eu já sei que o valor que tenho que dar a outrem, parte de reciprocidade total em todos os aspectos. Olho por olho, dente por dente, funciona assim, por exemplo, na hora que vou dar um beijo e me viram a cara. Da próxima vez, não tem mais beijo. De outra vez, não tem mais afeto, e, porque nao, uma morte da figura em minha vida. É a melhor maneira de voce não sofrer, por ter sido prá alguem, o que esse alguem não merecia. Só sugou sua energia, sua disposição vital, que foi direcionada a ela, e, desprezou. Que coisa triste. De outra sorte, me policio para não fazer isso por quem por mim tem amor e dedicação. Preciso ser recíproca, afável com estas sim. Sabedoria, quero ter, para identificar a quem devo direcionar minha energia, tanto pra receber, quando pra doar de mim.

4 comentários:

Nill Costa disse...

O grande problema minha querida amiga é realmente saber identificar quem é este alguém de primeira. E enquanto isso não acontece é preciso sair atirando carinho e afeto até acertar a pessoa certa.

andregalo disse...

a mais pura verdade - vc esta certa helena - bjs.

sua amiga cindy disse...

Amiga!!!!
Sorria pra vida!!! Ela eh um ESPELHO!!!! (vc sabe disso!!!)

Eu sei, eu sei... agente fica triste com certas coisas... mas...
Nao tome pra sih, a "licao de vida" dos outros... vc tem PH.D em "Amor Proprio" !!!! ;) KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Fica com Deus!!!!

sergio m. disse...

Isso mesmo... é uma constatação ridícula essa nossa... as pessoas "do bem" sempre ficam pra trás e são maltratadas, sempre com a pecha de idiotas... Mas, não seria uma obrigação nossa ser assim? E até que ponto REALMENTE somos assim? Essa diferença de nós para o outro já não seria uma vaidadezinha qualquer e tão tacanha quanto a maldade alheia?