Siga-me.

11 de janeiro de 2007

Bonnie e Clyde Tupiniquins..

"Tim Tones, glória, Tim Tones, Oásis nos desertos da dor. Tim Tones, glória, Tim Tones, Bonança nos tempos do amor... Vamos correr a sacolinha!!!!!" Chico Anysio nem sonhava que o seu bordão ao estilo American Pop Preacher era tão profético, tornando-se tão atual em alguns dos templos mais visitados das cidades. E o que mais espanta é que são frequentados e defendidos por pessoas aparentemente cultas, estudadas, nem tanto pela massa popular que serviria para a mão de obra destes adoradores incautos e pretenciosos. É um acinte à inteligência média do brasileiro em geral. Aos que defendem o casal 20 da marginalidade evangélica, (há os que os defendem), orientem-se melhor. Recomendo uma análise ou uma terapia ocupacional, como servir sopas aos pobres e sem fé debaixo dos viadutos. Que tal?? Um uso muito melhor ao dinheiro que direcionam ao "Bonnie e Clyde Tupiniquins".
..............................
Prá não esquecer:

Os fundadores da Igreja Renascer em Cristo são acusados pelo Ministério Público de São Paulo de cometer os crimes de lavagem de dinheiro, estelionato e falsidade ideológica. Essas acusações já renderam um pedido de prisão preventiva, o bloqueio de bens e a quebra do sigilo bancário dos fundadores da igreja: Estevam Hernandes Filho e Sônia Haddad Moraes Hernandes.

Foragidos desde o final de novembro de 2006, os dois conseguiram uma liminar revogando o pedido de prisão preventiva no final de dezembro. Por conta da liminar, conseguiram embarcar para os Estados Unidos nesta segunda-feira, mas foram presos por declarar falsamente que não carregavam mais de US$ 10 mil --quando portavam US$ 56 mil.
US$ 10 mil é o máximo permitido para entrada nos EUA.

Em outubro, o Ministério Público havia apresentado denúncia à Justiça contra Estevam Filho, Sonia Hernandes e o bispo primaz Jorge Luiz Bruno, que supostamente montaram uma igreja "laranja", chamada Internacional Renovação Evangélica, para livrar a Renascer de processos.

Segundo levantamento do Ministério, a igreja e as empresas relacionadas ao grupo religioso responderiam por mais de 100 processos --a maioria trabalhista-- nas Justiças de São Paulo e Brasília. Por conta dessas acusações, o órgão chegou a pedir o fechamento dos mais 1.500 templos da igreja.

Outra denúncia, feita em setembro do mesmo ano, acusou o casal de fundadores por estelionato, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro. Na acusação, o Ministério afirma que o dinheiro arrecadado na coleta dos "dízimos" dos fiéis seria usado para pagar funcionários de empresas dos Hernandes.

Por conta dessa denúncia, a 1º Vara Criminal de São Paulo determinou o bloqueio dos bens e contas bancárias dos fundadores e das empresas do grupo religioso, em que circularam cerca de R$ 46 milhões entre os anos de 2000 e 2003, de acordo com informações do Ministério Público.
..............................
Que coisa feia!
Depois dizem que meus amigos que são gays é que são execráveis, ou que os que usam tatuagens, ou os que optam por não estarem mais na igreja, etc..coisas tão banais..Integridade e dignidade, fundamentais!

Nenhum comentário: