Siga-me.

14 de janeiro de 2007

Imperdível!

Vixe Maria, Deus e o Diabo na Bahia!

A Companhia Baiana de Patifaria mostra mais uma vez que rir é o melhor remédio. Com a peça Vixe Maria, Deus e o Diabo na Bahia!, o grupo traz uma peça bem-humorada e muito bem realizada.

O diretor Fernando Guerreiro e os autores Cláudio Simões, Cacilda Póvoas e Gil Vicente Tavares conseguiram, em menos de duas horas, falar sobre a importância do sincretismo religioso para a formação do baiano. Estão lá todos os santos e divindades do candomblé, o axé, a igreja evamgélica, e o tão famoso jeito lento do povo da Bahia. A peça, um musical bem “arretado”, traz mais um confronto de Deus e o Diabo, que resolve medir forças com o Todo-poderoso no carnaval baiano. E o texto transborda referências musicais, televisivas e políticas. Os atores principais, Frank Menezes, Jackyson Costa, Cristiane Mendonça e Alan Miranda, que interpretam o Diabo, Deus, Naja e o anjo Gabriel, respectivamente, mostram entrosamento e um domínio, não só do texto, mas de todos os elementos de uma comédia escrachada. Deus clama “Oh, meu eu!”, o Diabo, metido a poderoso, mas não passa de um cara sensível, tem uma esposa que quer ar-condicionado no inferno e Gabriel sofre de uma crise de identidade e no meio do espetáculo se transforma em uma personagem muito famosa de Jorge Amado, com direito a música de Gal Costa. Não vale à pena entregar mais nada, pois o grupo, famoso por cacos e improvisos, com certeza mudará o tom do espetáculo a cada nova apresentação. A comédia é atual sem ser politizada, e engraçada, sem ser forçada. Um ótimo exercício de estilo e cidadania baiana. Um verdadeiro prato baiano com muito dendê e outros temperos. Uma equipe fantástica de atores lindos (e horrorosos também..hehehe), com coreografias deliciosas. Se até o Diabo, que não queria ir para Salvador por causa do nome da cidade mudou de idéia, opte por uma peça sem muitos atores globais, mas com humor verdadeiro e honesto. Dores no rosto de tanto rir, e aplausos de pé por uns 5 minutos ou mais no Amélio Amorim ontem. Imperdível!

Um comentário:

sua amiga cindy disse...

Q interessante um amigo meu falou desse grupo outro dia!!!!