Siga-me.

31 de agosto de 2007

Desabafo em letras miudas...

O que estou plantando? Será que sei realmente que sementes posso plantar, para colher bons frutos? Hoje estou pensativa e achando que nem sempre. O meu ontem me trouxe alguns frutos ruins, que estão me fazendo mal hoje, quando colho e deles experimento. Ao mesmo tempo que não me arrependo de tantas coisas que já fiz, outras que abdiquei, repenso no meu hoje. Vontade de largar tudo, parar um instante e reavaliar meus valores, sumir, meditar, para me sentir mais segura depois. Ruim apenas constatar que você não deseja o mal a ninguém, mas ainda vejo tanta maldade, tanta inveja. Nem tenho mania de perseguição, ao contrario, se me afasto de alguém, o incômodo creio eu, da pessoa que se sente rejeitada, é minha indiferença, e talvez se volte contra mim. Não mesmo. Não desejo nada de mal a ninguem, apenas gosto de viver em paz. Em paz. Só isso. Estou bastante chateada com alguns acontecimentos, e, sem querer me fazer de vítima, porque nem acredito nessa posição de vítima, só desejaria que alguns perrengues passassem logo, logo..e eu fique logo em paz e me livre deles.

Nenhum comentário: