Siga-me.

2 de abril de 2008

...se eu fosse você.

Eu, no meu estoicismo, demando coisas a outros que não podem suportar. Ah, droga! Quem dera todos fossem iguais uns aos outros. Não somos iguais, mas o que eu aprendo e apreendo, gostaria de ver logo em outros. Tento pelo menos passar acima sempre de tudo. Eu disse, tento..na maioria das vezes consigo...Minha parcela de culpa por não demonstrar guerras interiores, para que outros aprendam com meus gritos? Nenhuma..eu fico mesmo com meus vulcões interiores e só explodo quando a erupção é natural. Natural..natural é a vida..

2 comentários:

Daniel Minduim disse...

Pow Helena (Eliana) rsrsrs...massa a matéria sobre a cafetina brasileira...hehehe ! É o "Pránêta Lama que nois vive" ...

Dumuro disse...

SECURITY CENTER: See Please Here