Siga-me.

4 de fevereiro de 2009

Ponto Final (a contragosto e no trampo)

Escrevi um texto abaixo, sobre minha revolta, ira e indignação pelas letras dos pagodes dessa 'banda' aí, etc. Foi um alarde. Pagodeiros revoltados, entrando em meu MSN, me xingando, comentarios em comunidades do Orkut, etc. Bem, a pedido de um amigo, pagodeiro (não nesse estilo), que concorda comigo por sinal, venho aqui me retratar. Não estou pedindo desculpas, embora reconheça que tenha pegado pesado, coisa que não costumo fazer no meu cotidiano, nem com bichos, imagine com humanos, ainda mais usando mãe no meio, etc.. (tsk, tsk, tsk...risos).

Preciso dizer aqui que sou pedagoga, professora de formação. Uma coisa bem interessante que rolava quando eu ensinava, geralmente para uma faixa etária e um público equivalente a esse que curte esse tipo de música, era de extrema empatia entre eu e eles, até porque sou jovem mesmo ainda e anti-moralismo. Meus alunos, geralmente de escolas públicas, desenvolviam por mim um carinho, já que eu podia falar-lhes, ao vivo e a cores, o que talvez em outras palavras, escrevi aqui. Catequisei a muitos, não para se debandarem apenas para o Rock, mas para que suas práticas, sabores, valores, gostos, trejeitos, passos, fossem bem embasados, em cima de bons pilares, menos na base do: 'toda hunanimidade é burra'. Como eu gostaria que me entendessem! Que cada indivíduo ali não fosse apenas mais um na multidão. Que suas posturas sejam equilibradas de tal forma que quem os conheçam, seja já agora, numa idade tão tenra ainda, vejam alguem diferente. Mas na linha do bem. Cara, é tão fácil. Esse amigo meu pagodeiro já gravou musicas do samba da Quixabeira e ficou a coisa mais gostosa do mundo.

Por que a Banda Black Style não pára de fazer letras desse tipo? É tão difícil assim?
Por que é mais fácil fazer coisas ruins, que ofendam? Eu me sinto ofendida com essas letras, e você, mulher? Você não? Pois eu me sinto e esse seria já um unico motivo pra que eles parassem, mas não o fazem. Qual a motivação se há tanto sobre o que se falar que não sejam letras tão descabidas e reflexo de uma passageira e falsa 'inspiração'? Por que não mostram que são inteligentes, sendo mais clichê e tentando mais ainda ser entendida? Será que é porque se descobriu um filão que é alcançar mentes segregadas pela multidão?, burras? Ops...aí pegou pesado, Prózinha, diria um aluno meu que um dia chegou a quebrar um CD de uma banda dessas na minha frente e depois me deu uma coletanea de Reggae, que sabem que gosto tambem. Hummm..certo. É o ritmo. Poxa, é só o ritmo que me faz curtir, poxa! É?...vai então. Seja mais um na multidão dos que vão atras, ali no carnaval de Salvador, ou nos shows que realmente arrebatam multidões, seja mais um, de gente que não quer de você, além de um discipulado vazio e anincéfalo. Fico boba com isso.

Claro que se tem a idade a se respeitar, mas eu ja tive essa idade e nunca deixei que ninguém me levasse a lugares, coisas, gostos, sabores, nem a nada que, além da minha carne, me fizesse 'só mais uma', ainda mais como mulher, gênero historicamente já subjugado. Meninas, mulheres pagodeiras, acordem! Caramba! Não tão sacando que vocês estão sendo mais ainda inferiorizadas por esses carinhas que só querem ver o 'pacotão ' de vocês e pronto?? Homem é tudo igual, meninas (ops, quase acho isso)! Ou vocês acham que o que eles pensam quando fazem essas musicas é na Santa mãezinha deles? Por isso fui agressiva falando em mãe, pra ver se assim provocava alguma reação. Meninos! Párem com isso, caras! Você precisam entender que a polícia hoje é bandido e qualquer um hoje é bandido, se vacilar! E vocês ainda vão atras 'quebrando' tudo, deixando em casa mães e pais, arrasados, preocupados com vocês? Falei do Rock, mas também sou contra o bate-cabeça, embora ali eles ritmizam algo que quase nunca gera briga. Raves que foram cofundidas com paraíso de drogas, e tantas coisas que tenho minhas posturas, apenas pelo meu bem-estar mental, físico e dos que gostam de mim, me chame de careta quem quiser chamar! E ser roqueiro não é isso, assim como sei que ser pagodeiro tambem não deva ser ir atras de bandas como essa, com esse tipo de musica, com absoluta convicção.

Olha, e pra mim chega! Desculpas eu não peço. Peço apenas que os pagodeiros de responsa, respeitadores, tantas vezes amorosos, continuem assim, embora não venham ter de mim apreciação pelo tipo de música, porque acho que o samba, pagode de verdade não é esse aí (a mesma postura tenho sobre o tal ARROCHA, bolero fantasiado, assassinato de grandes obras). E para estes outros,
se não quiserem passar a respeitar as mulheres, ama-las, serem com elas delicados, apenas desenvolvam uma consciência, só isso. De resto, que essa banda seja só mais uma e que a galera que hoje vai atras dela e de outras, seja salva disso, em algum momento da vida.

Ops! Vamos mudar de assunto pelamordeDeus?

5 comentários:

Anônimo disse...

Eu nunca ouvi essa "música" e nem sabia que existia (graças ao meu bom Deus!)Assim como Helena fico indignado.
Fui ler uns comentários "cabeça" e me deparo com:"isso é inveja,Eu nunca vi bandas de rock aqui no brasil colocar entre 60 e 80 mil pessoas em um espaço."(MEU DEUS!!O MUNDO REALMENTE ESTÁ PERDIDO!!)...

"...pois os ingressos aqui custam apartir de 30,00 reais."(OS SHOWS SÃO BASTANTE VALORIZADOS!)...

"...eu curto a banda sei que ela é apelativa mais é da putaria que povo gosta e sei que vc ainda vai ralar sua xana no asfalto tb." (EU LI ISSO MESMO OU ESTOU FICANDO MALUCO?!!)

Sem mais comentários...
Fica uma frase do nosso Maluco Beleza, Raul Seixas: "Quem dera ser um burro...não sofreria tanto."

Sejam felizes esfregando a xana do chão, seres inteligentes!!!

Marcus disse...

Não adianta criticar nem falar mal, o PAGODAUM é quem manda na bahia no mesmo nivel até que o axé. Pode ser carnavla,são joão até natal sempre vai ter PAGODAUM tocando. Particulamente naum gosto de black style mas naum critico porqeles fazem o som deles e é sucesso!!!
E ANONIMO naum critique os brothers da comunidade naum! Porq aqui na area só tem cara homem,não tem caguete,naum tem vacilão tá sabendo!
E posto com meu nome porq sou + eu e sempre PAGODAUM PAGODAUM PAGODAUM!!
INTENDEU NAUM FOI???

sergio m. disse...

Penso que o nível dos comentários de seu post [lá embaixo]são condizentes com as letras de pagode: mal escritas, machistas e de um nível de alienação encontrado somente em macacos amestrados [será que suas fêmeas, a dos macacos, rolam seu sexo no chão?].
Concordo contigo: chega de pérolas aos porcos, ou melhor, chega de tanto chão prá pouca tcheca.

Garota do Rio disse...

Caro Marcus.
O Anônimo tem todo o direito de se expressar sem se identificar.
Não é porque uma banda faz sucesso que ela tem qualidade.
Os tais "brothers" da comunidade não passam de um bando de alienados que não sabem o significado da palavra homem!
Vocês acham que ser "homem" é sair por aí comendo todo mundo e falando das façanhas que fez; acham que ser "homem" é bater em mulher; acham que para mostrar "macheza" tem que ser o cara mais idiota, alienado e machista que existe.
Homem que é homem respeita as mulheres.
Cara Helena.
Você é uma grande mulher! Não se importe com comentários ofensivos de quem "não tem cerébro"!

Bruno Mattos disse...

Gostei do que falou Helena, acho o pagode atual está num estilo muito conformista e pronográfico.