Siga-me.

18 de março de 2009

E eu penso que ja vi de tudo...

----- abre aspas
by Rosana Hermann:

O Monstro de Viena está pensando em lucrar e vender um (nojo! nojo!) tour na "casa dos horrores".

BERLIM - Josef Fritzl, o homem que está sendo julgado por ter aprisionado e estuprado a própria filha por 24 anos, na Áustria, ainda tenta lucrar com os crimes que cometeu. Alegando que planeja angariar recursos para as suas vítimas — Elisabeth, que hoje tem 42 anos, e os seis filhos que teve com ela — o engenheiro austríaco ofereceu a casa que serviu de palco para os seus show de horror, em Amstetten, para o uso como atração turística, revela reportagem publicada no O Globo desta terça-feira. Segundo o advogado de Fritzl, Rudolf Mayer, o réu, que está falido, também negocia entrevistas remuneradas. O valor pedido? Até 1 milhão de euros. Enquanto Elisabeth e os seis filhos, ainda bastante marcados pelo trauma, recusam-se a dar qualquer entrevista, Josef Fritzl chegou a negociar um encontro com a imprensa inglesa, que não deu certo porque o jornal não aceitou pagar a quantia exigida por ele, e deverá dar em breve, por ocasião da sentença, um depoimento a uma agência de notícias, também inglesa, pela qual vai faturar 1 milhão. Integra da notícia no Globo online http://migre. me/9Ht.

----- fecha aspas (pasma.)

Nenhum comentário: