Siga-me.

27 de março de 2009

Eu não nasci de óculos.


Antes quando a gente queria comprar um óculos 'de sol' era uma dificuldade. Quem tinha um "VUARNET" era considerado de elite, abastado. Um "Ray Ban" então, nem se fala. Não era todo mundo que usava óculos escuros, por serem vendidos apenas em óticas mesmo ou com muita dificuldade, você conseguia que algum sacoleiro amigo seu trouxesse do Paraguai e tirava a maior onda com um na cara. E, se tinha uma grana sobrando, ia na ótica e comprava um que não seria só luxo, seria mesmo por proteção, prestações divididas, etc, etc. Olhe nas ruas agora (com oculos ou sem oculos) e veja. Do mais pobrezinho ao mais metido a rico, todo mundo ostenta um óculos escuro. Fico rindo sozinha. É cada figura, cada tipo. Mocinhas que a gente vê nem tem o que vestir direito, mas que está ali, com óculos escuros com aquelas pernas cheias de strass, douradas, que antes só a tia da minha tia, ou uma amiga perua da minha mãe usava, o feirante que compro coentros usa um que.. nossa! O maior galã de novelas fica no chulé..E os moços? Cada figura com cada óculos de dar inveja a qualquer pagodeiro de plantão. E aquelas criaturas que colocam aqueles brancos, enormes na cara e ficam parecendo uma coruja, na praia você ve muito isso. Alias, odeio óculos de sol branco.. Ô coisa mais perua, viu? Mas a gente pode fazer coleção, inclusive. Tenho um óculos de estimação, comprado em ótica, não é de marca, mas sou completamente apegada ao bichinho. Primeiro porque é extremamente confortavel, segundo porque acredito mais na proteção mesmo de óculos com certificado de garantia, etc. Mas, lógico, eu tambem vou olhando as 375 mil bancas de camelôs que agora vendem todas as marcas e modelos possíveis e compro vários de variadas 'marcas'. Outro dia fui comprar um e o moço me mostrou uma imitação que 'tinha chegado agora' Giorgio Armani. Uau! Uma coisa linda o óculos, comprei , só que achei muito caro! Estava por imensos R$ 16,00, poxa...Eu sempre acho por R$ 10,00, no máximo 13,00, choro e ele faz 12,00, 10,00. E viva a globalização, viva o REAL, o livre comércio, a desigualdade social, ao trabalho informal, né?.Viva. Ninguem se pergunta nada. Ninguém quer saber nada. Todo mundo de óculos na cara, vendo o mundo com outros olhos, embassando a visão do que precisa realmente ser visto. Viva nossa igualdade, afinal o pobre, o preto, o rico e o pobre hoje tem um óculos na cara, seja Armani, Rayban, Vuarnet ou qualquer um que jamais será provado se é falsificadinho ou caríssimo, ou baratíssimo. Uma amiga tem um parente na Itália, abastado, trouxe pra ela um original desses aí. Foi prum bar e la esqueceu. Voltou pra buscar e nao o encontrou mais. Conversamos depois que com certeza alguem achou e imaginou talvez que tenha sido comprado no Feiraguai, ou em qualquer camelô. Tadinha..hehehe...era orginalíssimo. Falei par ela ir la e comprar um igual, assim, vai ficar feliz em ter seu óculos de volta. Nossa visão vai ficando, assim, cada vez mais embassada, 'protegida', encalacrada, numa redoma fumê ou semelhante. Eu vou mentir, dizer que meu Armani veio de fora, todo mundo vai acreditar. É assim que é legal viver hoje, afinal é tudo tão fácil. É assim que é bom.

....................................


Óculos da imagem: "Que tal desfilar por aí com os óculos de Madonna, Elton John, George Michael e Lenny Kravitz? Eles são da marca Cutler and Gross, fundada pelos oculistas Grahan Cutler e Tony Gross, e trazem um estilo retrô nostálgico todo charmoso. Sucesso no hemisfério norte, por aqui pode ser encontrada na Conceito Firma Casa. Usar óculos nunca foi coisa tão fashion!"..Vou correr na banca de camelô mais proxima!

2 comentários:

Anônimo disse...

Olha... confesso q vir do exterior nao significa ser original.... Aquih vc veh show de bola nos kiosques dos shoppings... hahaha
Eu ateh tenhoum Rayban, mas o favorito mesmo eh o 'ocrao' de 7 conto... hahahaha

Bjx
SAC

sergio m. disse...

Penso assim: eles inventaram o capitalismo, agora guentem!!!