Siga-me.

24 de março de 2009

Uma santa caiu do andor.

Num desses dias, sim, uma santa caiu do andor. O que me levou a pensar que santos não são destronados e não caem do andor? A santa caiu do andor e foi uma queda feia. Fiquei triste com isso, aliás, uma coisa se perdeu no olhar dela. Não, ela jamais vai deixar de 'abençoar' os poucos fiéis que ama e provocar quem sabe milagres, mas ela caiu do andor. Deixou de ser especialmente sábia, curadora, foi destronada. Ficou só, quebrada, despedaçada. Mas ela merece. Será que doeu? Sim, doeu muito, mas ela tem que levantar de novo, e voltar a fazer renascer esperanças benfazejas. Deve ter caído por não ser eficiente no que lhe foi designada. Deve ser não, foi isso. Quem vai saber? Deus?

Um comentário:

Daniel Silveira disse...

Eu só te amo!

Seu filho...