Siga-me.

3 de maio de 2009

O convite, enviado com duas semanas de antecedência, era inusitado e muitos até pensaram que se tratava de brincadeira. "André e Samantha convidam para festa de descasamento, às 18h, no nosso antigo apartamento." Mas era real. O casamento terminou e, para comemorar o divórcio, o ex-casal organizou coquetel para 30 pessoas, dividindo as despesas. Nossos pais ficaram chocados e não foram. Minha prima também relutou. Todos os convidados tiveram reações negativas, mas, no final, rimos bastante - lembra a advogada Samantha Andreotti, de 33 anos. Festas de fim de relacionamento como esta viraram mania e são cada vez mais freqüentes em São Paulo e no Rio. O que antes era motivo de tristeza, e até de vergonha, hoje é símbolo de liberdade e prazer. Nos Estados Unidos e na Europa, a comemoração já faz sucesso há pelo menos quatro anos e inclui, além de comes e bebes, decoração personalizada, shows de stripper, luta-livre na lama, brincadeiras em piscina de espuma e até lançamento de dardos com a foto do ex como alvo. Tudo com direito a presentes aos anfitriões e brindes aos convidados. E viva a modernidade!

Nenhum comentário: