Siga-me.

7 de maio de 2009

Vou morrer me perguntando.


Eu não sei e não entendo porque eles insistem em ficar ali, mas eles devem saber. Me refiro a alguns vendedores ambulantes que passo por perto todas as vezes que vou e volto do trabalho. Geralmente vendedores de material pirata: Cd's, DVD's, nessa linha. Ontem observei que ninguém se aproximou, num raio de mais ou menos meia hora, quarenta minutos, que eu estava parada, esperando algo. Fico tão preocupada em meu trabalho com estratégias de marketing, planos de negócios, no afã de conseguir o meu sustento, já que a premissa "quem não tem tu é tu mesmo" é vital prá mim, que não consigo imaginar como estas pessoas sobrevivem. Além do mau tempo, já que já estão começando as chuvinhas, eles não tem o menor gosto em atrair fregueses. Já tão ali vendendo pirataria, o que já é ilegal, e ainda não se dão conta de que os míseros trocados que ganham, poderiam ser sim duplicados, isso se ao menos pensassem um pouquinho só, nem precisava pensar muito, bastava um tiquinho. Eu em frente a uma banca de DVD´s pirata destas por um tempo destes e foi uma absurda tortura. O vendedor colocou uma TV exibindo seus DVd's e estava 'tocando' nessa hora nada mais nada menos que uma dessas cantorinhas evangelicas, com a voz estridente, que gritam muito, parecendo que Deus e a humanidade toda é surda. Vale lembrar que a 'aparelhagem' de som do cara era péssima, doía aos ouvidos. Andei mais um pouco na tentativa de sair dali urgente. Outro. Dessa vez tocando aqueles pagodões com o som pior ainda. E ninguém enconstava. Ele, sentado. Sei da imposição ao trabalho informal, desigualdade social, disparidade de lucros, má distribuição de renda, tá, sei de tudo isso, mas, custaria atrair os compradores? Como essas criaturas sobrevivem? O que acontece com seus cérebros, que não articulam suas vidas de tal forma que alavanquem mais oportunidades? Ultima pergunta nesse textículo , da série: VOU MORRER ME PERGUNTANDO: A pobreza está realmente atrelada a uma defasagem cognitiva, ao mau gosto?..ou não seria necessariamente nessa ordem?

Nenhum comentário: