Siga-me.

20 de outubro de 2009

O som até no silêncio.

Rapidinho...só pra desabafar..Informação é ótimo e eu gosto, mas...É muita informação. A gente vive num turbilhão de muita informação. Não existe mais tranquilidade e silêncio. Mesmo dormindo as pessoas hoje precisam estar ouvindo alguma coisa. Informação por tudo que é lado. Saio: condomínio, aviso de reunião, de cobranças, portaria, casa para alugar e vender, caixa do correio, coisas dentro, propagandas. Rua: mercadinho, outdoors, placas, pessoas falando, som, barulho, carros, avião, buzinas. No trabalho, em casa: muita informação. Internet, Ipod, Iphone, fax, telefone, celular, torpedos. É muita informação. Entopem meus ouvidos com informações consumistas, com informações sobre tantas coisas. Mas eu sou uma pessoa adulta. Fico pensando nessa galerinha, crianças e adolescentes de hoje. Tanta informação, ruins ou boas, positivas e negativas, mas exageradamente invasivas. No meu tempo de criança tambem existiam ja as propagandas, incentivando ao consumismo, mas fui criada de um jeito que eu podia babar, me descabelar e sonhar horrores com aquela boneca (Barbie, claro..aliás nunca tive uma, deve ser essa a razão dos meus problemas todos..hehehe), que minha mãe e meu pai não estavam nem aí. Eles não podiam me dar e eu tinha que me contentar em entrar na casa da minha amiga vizinha rica e ver a coleção que ela tinha e ser feliz assim mesmo. E era. E fui feliz. Hoje em dia a coisa tá tão doida que as mães sentem orgulho de dizer 'Nossa...minha filha de 4 anos tem vontade própria!...ela quem MANDA na roupa que quer vestir' e quando quer uma cooooooooisa, noussa...eu que não dê!... " Parabens. Mais uma Amy Winehouse pro mundo. Claro, o texto descambaria de novo pra distorção de valores e eu to falando sobre o inferno de tanta informação a que somos submetidos hoje em dia..voltemos então. É muita informação. Tem horas que eu páro assim e fico sozinha, geralmente estatalada com os olhos no teto, olhos fechados, silêncio... e admiro o burburinho, a doideira que a mente da gente é. Tanta informação, que eu fico a me perguntar sempre, como posso manter o controle, a inteligência emocional, o equilibrio, para separar essas informações, filtra-las e, enfim, ter uma mente tranquila e equilibrada? Gosto tanto de silencio, de 'não pensar em nada', mas ta ficando cada vez mais dificil..ta cada vez mais difícil..

Nenhum comentário: