Siga-me.

10 de maio de 2010

Mãe e intuição: necessidade.

Acho sinceramente que toda mulher tem que ser mãe um dia. Precisa experimentar mesmo a coisa toda, sentir crescer dentro de si uma pessoa, vê-la sair de dentro, ver a criatura crescendo, etc. Para efeitos diversos, as vezes sutis e bem subjetivos, toda mulher tem que ser mãe um dia. As que por problemas fisiológicos não podem, devem adotar um filho. Tem que ter a experiencia da impressionante fantasia que tambem muitas vezes se cria em torno de tudo que ser mãe denota. É, fantasia. Há ali um ser com-ple-ta-men-te dependente da mulher e ela TEM que suprir essas necessidades. Ponto. Quando vai crescendo, vai ali se formando uma personalidade e escorregando entre seus dedos a ilusão de que aquela vida pertence a você. Aos poucos tudo vai mudando. Uma coisa apenas não muda, a excelência do sabor da maternidade e principalmente da intuição. Toda mulher tem que ser mãe, precisa amplificar essa sensação de intuição em mil por cento. Toda mulher tem que ser mãe um dia.

Um comentário:

Luara Q. disse...

voce escreve muito bem :)