Siga-me.

5 de setembro de 2011

Meninas, não acreditem!

Meninas, não acredite quando eles disserem que vão mudar, meninas. Não acreditem! Acreditem em vocês mesmas. Não acreditem. Por exemplo, se o cara não trabalha e não pode lhes dar um suporte maduro, um companheirismo e dizem que 'vai acontecer', não acreditem! Acredite no que já está ali, na sua frente, mas não acredite em promessas. Vá, corra atrás do seu, do seu bem-estar, da sua auto-realização. Não acredite se ele disser que vai te dar todo amor do mundo, cuidar de você como uma princesa. Não acredite! Cuide-se e se transforme, olhando-se no espelho, naquela princesa que você quer ser.  Não acredite se ele disser que o platonismo vigora e que você é a ultima mulher do mundo. É tudo conversa prá boi dormir. No primeiro momento de defesa, ele vai lhe dizer que você é egoísta e que não sabe amá-lo da forma que ele gostaria. Não, não acredite mais. Acredite só em você. Não acredite quando ele disser que vai cuidar de você na doença, porque ele não vai saber que você está doente, a menos que você grite. Vá você mesmo comprar seu remedinho e acredite apenas nas pessoas que são sensíveis até num espirro que você der. Não acredite em declarações exageradas, em doses exageradas desse platonismo infantil, de homens que nunca cresceram, nunca souberam o que é um verdadeiro amor, abnegado, altruísta, maduro e competente. Não acreditem, meninas, não acreditem! Deixem que o tempo diga, mantenha distância e espere que o tempo mostre em detalhes o que realmente aquele cara tem pra lhe retribuir, e não caia mais na conversa de quem diz, diz e nada faz. Não acredite em lágrimas de crocodilo nem em manifestações teatrais demais! Não ceda às insistências! A mulher tem uma capacidade natural de amar e cuidar, até maternal, portanto, não deixe também que lhe cobrem isso de maneira nociva. Não deixe que lhe digam que, por você acreditar mais em si mesma, você é frustrada e não tem capacidade de amar e ser uma ajudadora, uma companheira, uma amante, das melhores! Não permita que lhe maltratem, desajustem seu ego, sua auto estima, sua intensa vontade de viver, ser amada, feliz. Não acredite em quem não acredita no seu sorriso sincero, na sua competência, em todos os setores da vida. Não acredite no homem que prende você e quando você pede que fique do seu lado, por uma doce carência, ele diz que você quer sufocá-lo. Mate o amor, se for necessário, a paixão. Outras virão e se você não exercitar isso em você, vai sempre cair nas mesmas armadilhas. Não acredite no homem que confia mais em alguns amigos que só querem que ele se afaste de você, por mais que você esteja lhe fazendo o bem. Não acredite em homens que lhe ponha em dúvida e não lhe dê a segurança que você precisa e merece.


Fica a dica.

Nenhum comentário: