Siga-me.

1 de setembro de 2011

Musica bonitinha, né?




É tão bom
(Luis Caldas)


Quando a gente se entrega a beleza
Se sente em total realeza
Com a natureza e o amor,
É tão bom,
Quando cicatriza uma ferida
Abrindo as portas da vida
Prum beija-flor te beijar
É tão bom,
Quando a gente tem fé e acredita,
Que existe uma vida bonita,
Com quem cultiva uma flor
É tão bom,
Não se desesperar com besteiras,
Nem levar a sério as asneiras
Que algum ser humano tramou
É tão bom,
Ir colando os pedaços da vida,
E sentir toda ira incontida
Que teima em queimar todo ser
E esquecer toda a mágoa que molhou teus olhos
Saber que no fundo unicórnios, pavões e mistérios no ser, há !


Nenhum comentário: