Siga-me.

25 de agosto de 2012

Por que que eu não pensei nisso antes? (Itamar Assumpção)


Pensei em seduzir você com algo bem provocante
Gingando num bambolê me equilirando em barbante
Dançando numa tv coberto com diamantes
Num carrão zero, por que que eu não pensei nisso antes?
Pensei seduzir você daquele instante em diante
Além de fazer crochê pensei dar vôo rasante

Ir ao cinema, escrever, reinar nesse caos reinante
Impressionante, por que que eu não pensei nisso antes?
Pensei seduzir você fazendo ar de importante
Te oferecendo um ap, um drinque, um refrigerante
Testando hiv, consultando cartomante
Só sobre a gente, por que que eu não pensei nisso antes?
Pensei seduzir você domesticando elefantes
Cuidando bem de bebês, kim, kaue, joy, doando-me pra transplantes
Eu mesmo ser meu dublê, meu próprio representante
Por cargas d'água, por que que eu não pensei nisso antes?
Pensei seduzir você mostrando-me confiante
Plantando um pé de ipê, ecólogo ambulante
Limpando o rio tietê e outros rios restantes
Ser carioca e baiano, por que que eu não pensei nisso antes?
Pensei seduzir você mudando-me qual mutante
De alguma estrela trazer um raciocínio brilhante
Bater no peito e dizer, num brado bem retumbante
Só penso em você, por que que eu não pensei nisso antes?
Por quoi je ne pas pense a çá avant?

Nenhum comentário: