Siga-me.

10 de outubro de 2013

Em simples palavras.

'Deus fez do arrependimento a virtude dos mortais.'
Voltaire



'Significado de Arrependimento:

s.m. Ação ou efeito de arrepender-se.
Remorso ou mágoa por se ter cometido um mal; contrição: era o arrependimento por ter cometido aquele crime que o atormentava. 
Ação de mudar de opinião ou de comportamento em relação ao que já aconteceu: o arrependimento de não ter viajado. 
Jurídico. Capacidade designada às partes contratantes capaz de fazer com que as mesmas consigam anular um contrato já celebrado.
Religião. Judaísmo e Cristianismo. Sentimento de contrição ou rejeição, demonstrado pelo pecador, em relação aos seus pecados, fazendo com este pratique o bem para conseguir sua remissão. 
(Etm. arrepend(er-se) + imento)
Sinônimos de Arrependimento:
Sinônimo de arrependimento: compunção, contrição e remorso
Antônimos de Arrependimento:
Antônimo de arrependimento: impenitência'

Sempre achei o arrependimento um sentimento nobre. Claro, não deve ser um sentimento que traga consigo uma carga de pendências e angústia, mas, um sentimento que estimule uma mudança ou a mola mestra para PENSAR, ANTES DE AGIR DE NOVO. Sempre que vou deixando bagunça pela casa penso em arrependimento, quando vou limpa-la: "Ah, droga, porque deixei tanta bagunça? Poxa, não deveria ter sujado tantos pratos e não te-los lavado imediatamente!', e por aí vai.

Hoje em dia as pessoas criticam o ato de se arrepender, interpretando isto como amargura, frustração, fraqueza. Na verdade, alguns sentimentos são hoje muito criticados, interpretados como fraqueza e sempre auto-comiseração. Sim, o arrependimento é um bom sentimento. Afora o fato de que, muitas vezes, mesmo tendo se arrependido de algumas coisas, não haja uma forma de se voltar atrás e fazer de novo, ou 'consertar' aquilo, só o movimento de sentir, já é sim, muito nobre.

Não acho legítima a fala de alguns que dizem que não se arrependem de nada do que fizeram ou deixaram de fazer. Como então cresceram, mudaram, desviaram de outros caminhos, se nunca se arrependeram de ter feito bobagens, ou tomado decisões que o ajudaram a não voltar mais ali? Percebo que os que assim afirmam, são os que mais sofrem, por não conseguirem entender o cerne da liberdade interior: estar em paz consigo mesmo, independente de qualquer situação.

A interpretação de que TUDO é aprendizado é outra coisa. Dizem mesmo que aprendemos mais com os erros do que com os acertos, mas, arrepender-se, para mim, é pensar que você poderia ter 'feito diferente' do que fez, ou sim, nem ter feito. Qual a falta de virtude em arrepender-se, então? 

Me arrependo de coisas que fiz, que me fizeram mudar radicalmente aqui dentro de mim. Quereres, modelos, valores, comportamentos. Se tivesse a postura e a 'cabeça' que tenho hoje, sim, teria feito diferente, teria buscado soluções diferentes. Ainda cometo atos impulsivos e prontamente largo um: 'Ai, já me arrependi de ter feito isso', simplesmente porque deveria sim, ter PENSADO ANTES DE AGIR.

Os que rejeitam o arrependimento, creio eu, são os que o imputam como penitência, são os que ainda carregam o peso de que, se se arrependerem, estarão livres do jugo pesado do pecado, ensinado pelo Cristianismo. A Bíblia fala muito sobre o arrependimento sim - "Deem fruto que mostre o arrependimento.' (Mateus 3:8) - e em muitos outros textos, mas mais com a conotação da 'salvação', que, condicionalmente, só alcançaremos, se nos arrependermos dos nossos pecados.

Sobre 'pecado', há muito pano pra manga, mas numa visão simples, digo que admiro os que tem a lucidez de RECONHECER o arrependimento. Sem imputações de amarguras, mas, de mudança de mente, de aceitação de que tomou um passo errado ou não fez da maneira que gostaria. E ir lá e consertar, desfazer o que fez, retroceder. Isso é digno e não há que se ter vergonha disso.

Tenho que ir limpando a casa que sujei, prestando atenção às coisas que arrumei (ou desarrumei), para não ter que me arrepender depois do que eu mesma provoquei. Se vou comer, evito jogar os restos no chão. Sei que ali vai ficar sujo aquele chão e vai me trazer muito problemas depois. Se desarrumo alguma coisa e me arrependo de ter desarrumado, ali está o ponto focal do meu retrocesso, da minha busca em NÃO MAIS TER AQUELE PROBLEMA. O aprendizado é indiscutível, o que se discute é a coragem de, também, se arrepender e limpar a casa que, na maioria das vezes, nós mesmos sujamos.

Nenhum comentário: