Siga-me.

25 de fevereiro de 2014

...

"Eu sou assim, 
pelo menos assim quero me imaginar: a que 
explode o ponto e arqueia a linha, 
e traça o contorno que ela 
mesma há de romper."


Lya Luft

Nenhum comentário: