Siga-me.

5 de maio de 2014

Dia das MÃES - I



Esta mulher chamava-se Irena Sandler ( 15/02/1910 – 12/05/2008) e ficou conhecida com “O Anjo de Gueto de Varsóvia”. Católica, foi ativista dos direitos humanos durante o Cerco de Varsóvia, com o risco da própria vida.

Ao longo de um ano e meio resgatou mais de 2.500 crianças se valendo de vários subterfúgios: recolhendo-as como vítimas de tifo, sacos de batatas, cestos de lixo, carregamento de mercadorias, caixões...em suas mãos, qualquer elemento servia como elemento de fuga! Concebeu, então, um arquivo com nomes, dados e as novas identidades daquelas crianças. Após a guerra, entregou-o ao Dr. Adolfo Berman (primeiro presidente do Comitê Para Salvação dos Judeus Sobreviventes).

Infelizmente, a maior parte das famílias haviam sido exterminadas. Irena foi presa pela Gestapo e brutalmente torturada: quebraram-lhe as pernas e os pés, mas não a sua determinação! Foi condenada à morte porém, membros da organização Zegota ( “resgate”) conseguiram deter sua execução, subornando os alemães e fazendo constar seu nome na lista de poloneses executados. Assim, continuou a trabalhar com nova identidade: Jolanta.

Foi, então, identificada por aquelas crianças, já adultos ao ter sua foto num jornal, ao ser premiada por suas ações humanitárias durante a guerra e recebeu reconhecimento público: em 1965 a Organização Vad Vashem outorgou-lhe o título “Justa Entre As Nações Do Mundo” e nomeou-a cidadã honorária de Israel; em 2003 o presidente Aleksander Kwaśniewski, concedeu-lhe a mais alta distinção civil da Polônia: a Ordem da Águia Branca.

..................................


Publicação by Gloria Pires.

Nenhum comentário: