Siga-me.

11 de setembro de 2014

..ultima Pá de Terra.

Informo que sempre fui PT, até a primeira eleição de Lula e questiono hoje o fato de que, mesmo INVESTIGANDO e punindo (o que alegam ser a diferença dos outros governos) ainda continuam os casos gravíssimos de corrupção e roubalheira. A diferença é só a investigação, a exposição e a punição? Onde estão aqueles que julgamos 'trabalhadores' ilibados (que nos convenceram a votar com tanta esperança), deixaram-se corromper? Os envolvidos nessas falcatruas não sabiam, então, que seriam descobertos, já que muitos são de Partidos aliados à Presidência? Não sabiam que a mídia está patrulhando cada passo, outra liberalidade anunciada pelo PT, em épocas de eleição? Sim, eles também são bandidos, então. 

Como 'de esquerda', aquela esquerda já ultrapassada, em que o PT e os partidos 'comunistas' eram motivo de desespero dos meus pais (comiam criancinhas e matavam cristãos), me sinto hoje envergonhada em explicar aos meus filhos que pintei a cara nas ruas, que chorei quando Lula foi eleito e colocamos, eu e meus amigos, mais um copo de cerveja na mesa (como se ele estivesse ali, um dos nossos) para comemorar a eleição do seu representante na Bahia, vendo o Carlismo ser minimizado. A lógica é simples, se continuam roubando, é porque nada mudou, quando se trata de corrupção. 

Como assim, Lula? Como assim, Wagner? Os números da Inflação são uma venda nos olhos nesse governo populista e assistencialista a la Hugo Chavez? Vim de uma classe média e não me sinto ultrajada em ver o pobre viajando de avião, mas esse assistencialismo todo me assusta. E não é porque 'nãoprecisodobolsafamilia', argumento dos que a defendem, é porque, por exemplo, os funcionários públicos estão sendo achatados e recebem 46% a menos do que deviam receber. Estão ha 6 anos sem nenhum aumento e também são brasileiros, pagadores de altos impostos. O salário mínimo continua mínimo demais e é praticamente impossível um pai de família sobreviver com R$ 700,00. As escolas continuam sem professores e em estado calamitoso. A saúde em petição de miséria. Quer que eu seja clichê de novo, com o mesmo papo de quando Collor de Melo foi eleito??


Eu vi Collor roubar o povo brasileiro e formar uma corja horrenda de bandidos na sua mesa Parlamentar. Meu filho nasceu em 1987 e, ao nascer, ganhou uma Caderneta de Poupança que foi confiscada pelo Governo, inúmeros brasileiros foram roubados. Tomei café com leite condensado por causa de mais um dos Planos Econômicos, que retiraram produtos das prateleiras para controlar a inflação (o leite era um deles e aprendi que café com leite condensado é até gostoso). Por isso acreditei naquele operário faltando um dedo na mao também, entre muitos outros motivos. 

Não, não acredito mais nesse Governo, assim como não acreditei em Fernando Collor, um bandido batedor das nossas carteiras. Esse escândalo da Petrobras joga a ultima pá de terra no cadáver que enterro. O mensalão foi o funeral e meu dia-a-dia são as lágrimas de lamento, porque só vejo esse pobre poder sim viajar de avião, encher sua casa de móveis, se entupir de ego inflado por poder fazer e ter o que TODO SER HUMANO DEVERIA TER E SER, mas continuando seu lufa-lufa pela sobrevivência, sem emprego e sem educação. E essa é a estratégia de um Governo Assistencialista. Depois da Ditadura, entramos em um esquema de 'rouba, mas faz', continuamos então, assim, só que agora tapando a boca do pobre, que vê nesse governo o seu chapéu estendido, para receber esmola, ao invés de emprego e sobrevivências dignos!?

No que tange à Educação, tivemos essa semana a triste notícia de que o Brasil está em penultimo lugar no Ranking de qualidade da educação. O Índice global envolve  habilidades cognitivas e realizações educacionais e o Brasil ficou em 39º lugar entre os 40 países analisados. E estamos vivendo uma época em que as centenas de "Faculdades" não dão conta de tantos alunos, aceitos através dos seus FIES, PROUNI's e etc. Juro que gostaria de no meu dia-a-dia ver o que eles dizem que melhorou, mas o que vejo, ao Coordenar um setor numa Instituição superior dessas é um bando de jovens sem educação, que sequer sabem escrever, não leem e não sabem nem falar direito. Mas saíram da 'linha de pobreza' e batem no peito que são universitários. Que tipo de profissionais estamos formando? Vão pagar a dívida com o Governo quando se formarem, em déficit também com uma formação que DEVERIA ser completa, desde o ensino fundamental. Vale ressaltar que os primeiros lugares envolveram RESPEITO AO PROFESSOR, com excelentes salários pagos aos mesmos. E o professor no Brasil, que valor tem?

Informo que não sou mais PT, nem acredito em nenhuma das opções que estão me oferecendo para governar o País que vivo. País esse que é governado por Parlamentares canibais. Não acredito mais nessa Política desse País (não me ative a números, senão meu texto seria maior do que já está sendo). Solução? Para mim, a solução está sim, na Educação de base de um País. Educação fundamental, formando cidadãos de bem, íntegros, que respeitem ao próximo, aos mais velhos, que serão bons médicos, bons professores, bons PARLAMENTARES; num Estado que assista a todos indistintamente e saiba que saúde, educação e segurança é um pilar de necessidade de pobres e ricos. O que temos aí é uma corja podre que não quer ver isso e quer AINDA que o coitadinho do pobre tape a boca com migalhas assistencialistas pro resto das suas miseráveis vidas. Temos um câncer que é incurável e vive numa eterna quimioterapia e seu povo sofre os efeitos colaterais mais nefastos, vomitando violência, destruição ecológica e deseducação. 

Portanto, obrigada Lula por me fazer aprender mais uma vez que não devo confiar em promessas eleitoreiras. Obrigada por abrir os meus olhos mais ainda com relação aos bandidos engravatados que você tanto criticava, tanto os que não conheço, como os que aparecem. Aécio é outro Collor e Marina é uma Lula piorada e aquela menina lá na Faculdade, que é mal educada, não sabe escrever e ler é culpa sua e espero que ela tenha saído da 'linha de pobreza', sim, mas continuo com pena dela, porque os índices de contratações e de emprego também não me estimulam a acreditar que ela terá o sucesso que imagina. No meu dia-a-dia não te enxergo, PT, e isso me desestimula a votar em você, nem em nada que se assemelhe ao seu discurso e sua conversa para boi dormir. 

Um comentário:

VILAS BÔAS disse...

Tenho o maior prazer em assumir que jamais votei em um petista.